Um rolê pelas minhas ilustrações / zines!

22228309_918029885004386_4736376612206101135_n.jpg

OIÊ!

Além de escrever e fazer vídeos pra internet eu também faço desenhos, meu anjo! Vem conhecer um pouco das minhas bonequinhas de Vênus, saber como tudo começou e qual vai ser o meu novo projeto! (:

 


Gostou desse post? Se inscreve lá no canal pra dar uma forcinha! :)

Anúncios

10 marcas alternativas de roupas e acessórios pra ficar de olho no Instagram

blog_post02.jpg

Quem tá sempre acompanhando o blog e o canal sabe a quedinha que eu tenho pelo tema consumo consciente. Se você ainda tá meio por fora desse assunto, comece lendo esse texto aqui.

No vídeo da semana passada, falei um pouco sobre a importância do consumo consciente e mostrei algumas marcas alternativas de roupas e acessórios que encontrei aqui em São Paulo (na loja Fábrica Augusta e num evento que teve na MECA Spot). Tenho em mente que precisamos nos livrar do fast fashion, dessas lojas gigantes de departamento que têm fábricas com péssimas condições e escravizam seus funcionários, e podemos começar buscando novas formas de consumo através de marcas alternativas e artesanais.

Pensando nisso, pedi pra que vocês mandassem lá no inbox do Insta (@vamospravenus) indicações de marcas alternativas que vocês gostam e recebi alguns nomes de lojinhas bacanas que estão crescendo e se destacando nas redes sociais (e fazem vendas online). Separei 10 delas pra vocês fuxicarem mais:

 

1. Ziovara

 

2. LaLaLand

 

3. Cali Store

Sandália Matsui 💘 www.calistore.com.br

A post shared by ROUPAS / ACESSÓRIOS / SAPATOS (@calistoree) on

 

4. Pelican Fly

 

5. Yellow Factory

LET'S DREAM ~ nova coleção ~ www.lojayf.com

A post shared by yellow factory (@yellow.factory) on

 

6. Joulik

Última peça | Tam M ⚡ Via whats, porque não deu nem tempo de chegar na loja virtual! R$319,00 💕 Corre, corre! #joulik

A post shared by Joulik | Handmade Clothing (@joulik) on

 

7. Wear Ever 

Look lindinho pra quem ama brilhar e continuar confortável 🖤🌸✨

A post shared by Wear Ever (@lojawearever) on

 

8. Sou Manacá

(c)alma nesse quinta-feira, amanha já é sexta ❣️#soumanaca

A post shared by Manacá 🌿🌸🌾 (@soumanaca) on

 

9. Petite Jolie

 

10. Pink Vanilla

 

-> E você tem ou conhece alguém que tem uma marca alternativa de roupas, acessórios ou artigos de decoração? Manda pra mim aqui nos comentários ou pelo Insta (@vamospravenus) pra gente falar mais dela! (;

 

perfil_new.jpg


Gostou desse post? Se inscreve lá no canal pra dar uma forcinha! :)

Aquele romance que você não pode deixar de ver: “One Night”

capa_deh.jpg

Numa era totalmente digital, onde as notícias chegam mais rápido do que o tempo em que os fatos realmente acontecem, é muito difícil construir uma relação em que a comunicação esteja sempre presente e bem construída. O filme “One Night” me trouxe vários questionamentos em relação ao que é amar, e a diferença entre amar e estar apaixonado. Um vislumbre da idealização do amor adolescente e o que realmente é esse sentimento quando se conhece bem o parceiro, tendo o tempo como maior condicionante, em que o cotidiano tem sua parcela de culpa.

Sobre o filme

Dois casais, o primeiro nos seus 30 anos, lidando com problemas conjugais, Elizabeth e Drew. O outro no auge da adolescência lidando com o final do ensino médio e o recomeço de uma antiga amizade, Andy e Bea. Diferentes idades, praticamente mesmos problemas. Inseguranças, confiança, e um misto de sentimentos com frustações.

Praticamente todos nós podemos nos projetar na pele desses personagens, até porque todos passamos ou passaremos por diferentes fases da vida em que teremos que lidar com questões de relacionamento, não necessariamente um relacionamento amoroso, mas também de amizade ou de trabalho. E é incrível que em todos esses tipos de relação, ficamos à mercê de certos sentimentos que podem causar certas frustações, e lidar com elas é sim um dos maiores desafios.

A forma que a narrativa acontece é bem leve e fluida para aguentar a carga tão real que é abordada, mesmo sendo um filme de drama romântico, a contraposição das cenas dos casais passando por momentos distintos é um jogo bem fugaz e comum nos takes para a filmagem.

As discussões de Liz e Drew sempre remetem ao tempo em que ela perdeu a confiança nele, e como isso mudou todo o casamento. Antes ficar juntos era sinônimo de felicidade, e agora é sinônimo de solidão. São cenas que narram histórias reais, em que casamentos não acabam por falta de amor ou por falta de tentativas, talvez tudo só tenha sido desgastado e perdido o objetivo de se estar junto, como já dito pode ser uma fase, pode ser um recomeço, pode ser um final. Cenas essas que se contrapõe as redescobertas de Andy e Bea na noite de formatura. As conversas intermináveis, em que a falta de assunto não existe, o êxtase de se estar com quem sempre se imaginou, a curiosidade de conhecer mais e mais a pessoa ao seu lado. Duas versões da mesma moeda.

Vale a pena assistir esse filme, e tirar suas próprias conclusões pra contar pra gente aqui depois!

Edit 1: o ator que interpreta o Andy é a cara do Heath Ledger, e se chama Kyle Allen #fikadik

Edit 2: o filme tá disponível na Netflix, então corre!

+ trailer maravilhoso: 

 

Resenha por:

deh


Gostou desse post? Se inscreve lá no canal pra dar uma forcinha! :)

ÓLYA ELA: tudo sobre o dia de fotos na Av. Paulista!

08

Se você acompanha as redes sociais do blog deve ter visto essa semana algumas fotos minhas um pouco diferenciadas na Av. Paulista.  Não, não foi um devaneio, um sonho, uma miragem. Esse foi o primeiro ensaio oficial do blog e vou contar um pouco dessa peripércia pra você!

Tudo começou com o fato vergonhoso de eu nunca ter feito um ensaio profissional pro Vamos pra Vênus – coitado. Eu só postava fotos do meu próprio celular (tanto aqui no blog quanto insta e face) porque achava que um ensaio-sucesso seria algo que ia me dar muito trabalho. LOUCA né? A verdade é que eu só ia precisar de:

1- Uma profissional foda (sim – UMA, porque todos os fotógrafOs que eu contatei tinham uns papos esquisitáços – e eu sempre penso em mulheres primeiro pra qualquer tipo de serviço, vamos ajudar as manas!).

– E que não cobrasse o olho de uma cara. Eu sei que o trabalho de fotografia é valioso e merece todos os dinheiros do mundo, mas o de blogayra-antes-da-fama também merece e não ganha. :): Acabei encontrando através da minha irmã, o trabalho incrível (e honesto) da Li – Natally Vivacqua – que tem uma visão única nas hora dos cliques, além da super-paciência pra ouvir minhas ideias malucas! hehe

2- Um conceito que fizesse sentido com a linguagem do blog e do canal do Vamos pra Vênus (Youtube). Ensaio por ensaio todo mundo faz, né? No geral, era importante que as fotos tivessem uma essência completamente urbana e movimentada porque nos meus vídeos eu ando por lugares de São Paulo (por isso a Av. Paulista), que tivessem um tom divertido, nonsense, “loucurinha” – como é a linguagem do blog (e isso ficou muito claro nas fotos que tô tomando um drink no meio da avenida mais movimentada dessa metrópole), e também que tivesse um toque amorzinho porque a gente fala muito de amor por aqui (por isso a cara meiga e o mini-balãozinho de coração).

Pra conseguir essas coisas que fizessem sentido (ou nenhum sentido na verdade) eu passei na Rua 25 de Março mais ou menos uma semana antes do ensaio. A cafonice da 25 também foi uma grande inspiração pra mim. Vi alí um pouco dos elementos divertidos e nonsense que uso na linguagem do blog, um pouco dos conselhos amorosos de tia louca que eu dou aqui pra vocês, e porque a 25 é um lugar clássico de São Paulo, onde você encontra altos achados por pouco preço. Comprei muito glitter, “jóias” divertidas, cílios e unhas postiças, óculos rosa. A taça pink que aparece na maioria das fotos por exemplo, custou – segredinho – exatos R$2,00. Ser cafona é ser livre, né meninas? – Anota isso na sua agenda. 

3- Tesoura sem ponta e a ajuda de um adulto.

Agora chega de blablablá e veja com os seus próprios olhinhos alguns cliques do ensaio. Ficou lindo e exatamente do jeitinho que eu tinha imaginado, a Li arrasou demais! Ao todo foram mais de 180 fotos, mas coloquei só algumas aqui pra esse post não ter problemas de sobre-peso e porque a graça da coisa é mesmo ir liberando as IBAGENS aos poucos – mais um motivo pra você não sair mais desse blog!

Depois me diz se amou tanto quanto eu? <3 

07ensaio_vv010503.jpgIMG_3608IMG_3493ensaio_vv02IMG_3647face.jpgIMG_3627IMG_357104.jpg09.jpg12060210

 

julibatah


Gostou desse post? Se inscreve lá no canal pra dar uma forcinha! :)