7 dicas simples para economizar tempo na cozinha

ea16344f661b81ac73324aa2420811c8.jpg

Masterchefs de plantão, esse texto não é para vocês. Quero falar com quem está engatinhando na cozinha e ainda não pegou aquelas manhas básicas que só quem já tem intimidade com as panelas conhece. Alguns desses conselhos podem parecer óbvios e bobos, mas só fui descobrir eles recentemente.

Depois de vários anos pilotando o fogão, eu ainda ficava muito incomodada com as horas que gastava na cozinhando. Por mais que eu adore cozinhar, era meio chato gastar tanto tempo fazendo isso quando eu podia (ou precisava!) fazer outras coisas. E aí eu percebi que agilidade não era uma questão de picar legumes mais rápido, ou de saber técnicas elaboradas, e sim de – ai – organização.

Pois é, esse é um assunto chato, mas garanto que desde que comecei a adotar essas dicas não me estresso tanto. Sem contar que elas não demandam muito esforço, o que é sempre ótimo para os preguiçosos como eu. Então vamos lá?

1. Por incrível que pareça, leia e releia a receita
Essa dica pode soar besta, mas quantas vezes a gente só não deu uma lidinha por cima e acabou descobrindo no meio do processo que estava faltando um ingrediente, ou que o prato foi preparado do jeito errado? Ler a receita com atenção de uma vez é importantíssimo para você conseguir se organizar, além de evitar que você tenha que ficar se interrompendo para conferir se está fazendo tudo certo mesmo.

2. Separar todos os ingredientes antes de começar
Ter tudo já na sua frente ajuda bastante na hora de cozinhar, além de evitar que você fique indo e voltando na geladeira e na despensa. valfre_-artwork-boys-tears_large.png

3. Organizar a ordem dos pratos a serem preparados
Isso é super importante quando você está fazendo mais de um prato. Não faz sentido você começar a fazer o arroz antes se você vai preparar algum acompanhamento que precisa de duas horas no forno. Calcule o tempo de preparo do que você vai cozinhar e comece sempre pelo que demora mais.

Essa regra só não se aplica a macarrão – nesse caso, a massa é sempre a última coisa a ficar pronta, porque ela precisa ser servida fresca (ninguém merece macarrão mole, duro ou empapado).

4. Deixe os eletrônicos de lado
Por muito tempo eu tive a ilusão de que estaria sendo mais produtiva se lesse ou mexesse no celular enquanto cozinhava, porque assim estaria fazendo duas (ou três, ou quatro…) coisas ao mesmo tempo.

Na verdade, ficar online me impedia de conseguir me concentrar no que eu estava fazendo. O resultado é que eu acabava demorando mais para terminar o prato – seja porque parava de cinco em cinco minutos para conferir alguma coisa, esquecia de fazer uma etapa ou deixava algo queimar e tinha que começar tudo de novo.

Sem contar que a relação que você cria com a comida é totalmente diferente quando você dá atenção para ela. Vale a pena tentar!

5. Separe um potinho para jogar as porquices
Essa dica aprendi com a minha mãe e mudou minha vida. É bem simples: enquanto você prepara os alimentos, separe um potinho para jogar todas as cascas, restos, partes podres e afins. Isso evita que a cozinha se transforme em um campo minado de cascas de alho e cebola e você tenha que gastar tempo catando tudo, ou pior ainda, a sujeira ir parar na comida. Aí quando você tiver terminado é só jogar tudo no lixo de uma vez e lavar o potinho.

6. Vamos evitar a fadiga da montanha de louça suja, né? 
Esse é o multitasking que a gente gosta! Como sempre tem algo que precisa ficar mais tempo apurando no forno ou na panela, você pode aproveitar esse tempinho para já ir lavando a louça que sujou. Assim, quando tiver terminado, não vai bater aquela canseira na alma ao ver
o estado em que a pia ficou.

7. Fazer comida a mais
Se você vai fazer lentilha, por exemplo, prepare o dobro e use metade para congelar, preparar um patê ou fazer o almoço do dia seguinte. Sobrou cascas de cenoura? Enquanto cozinha seu jantar, já joga as cascas numa panela com água fervente, alho poró, cenoura e temperinhos. Aí você fica com um caldo de legumes para deixar no congelador e poder usar em sopas e risotos, por exemplo.

Alguns acompanhamentos ou ingredientes, como tomates assados ou cebola caramelizadas, podem ser feitos em dobro também. Você deixa o que sobrar guardado na geladeira para acrescentar em sanduíches ou incrementar um almoço.

Se você sempre tiver algo já cozido na geladeira ou no freezer, parte do seu trabalho já está pronta e você tem uma motivação maior para cozinhar do que se você tivesse que começar tudo do zero.

Você também tem alguma estratégia para agilizar na cozinha? Se sim, conta para a gente!

 

Texto por:

amanda

Criadora do blog Deixa de Banca – www.deixadebanca.com.br

 

Anúncios

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s