Como comprar roupas legais 100 comprar na Zara e na Forever 21 #ConsumoConsciente

tumblr-fashion-closet-sipa1tiz.jpg

Hoje o assunto é hashtag-sério!

Se você não sabe que essas grandes lojas de departamento escravizam pessoas no oriente, pagando misérias pra elas por dia, sem dó nem fucking piedade – tudo isso pra que a gente aqui possa vestir o que tá na ~modinha~ – deve estar morando em Plutão. #vempravênus

Recomendo primeiro, que assista a esse documentário MARA – disponível na Netflix – chamado The True Cost. Ele vai te dar uma boa visão da realidade que é pros lados de lá do Oceano.

tumblr_no8ki7V2Sg1tog2e6_og_1280.jpg

Quando assisti, eu fiquei horrorizada. Já sabia que rolava uma traquinagem na indústria têxtil, mas não no nível que mostra o documentário. Depois de assistir, prometi a mim mesma que nunca mais ia comprar numa loja de departamento, que ia criar grupos pra protestar contra essas marcas, e ia tentar converter minhas amigas pra religião do “Não compro mais na Zara” – ainda que essa segunda parte fosse muito mais difícil. Hehe migas

Mas o fato é que quando me voltei pra minha própria realidade, me vi numa sinuca: eu realmente não queria continuar contribuindo com esse absurdo, mas também não tinha condições de pagar por roupas melhores de marcas não-descartáveis. – E sim, eu vou continuar comprando roupa. Ainda falta um pouco pro meu espírito evoluir a ponto de eu não precisar mais de nenhum bem material e conseguir viver por anos utilizando e reciclando o que eu já tenho. E a solução prática que encontrei foi:

Dá pra consumir menos. E consumir de forma inteligente. 

A gente sabe da putaria que rola por trás das câmeras mas mesmo assim é muito difícil vestir uma nova camisa (literalmente) e mudar costumes que já estão encalacrados na gente desde que nascemos. Mas podemos ir aos poucos, de mansinho.

A primeira coisa, é parar e pensar antes de comprar. Você precisa mesmo dessa peça? Muitas vezes a gente já tem um bilhão de roupas que não usamos apenas porque não sabemos como lidar com elas. Ano passado eu fiz um post aqui no blog sobre como organizar o armário e se vestir melhor aproveitando as suas próprias roupas – modéstia a parte foi uma lacração!

O mercado de marcas alternativas também está crescendo e fico muitíssimo feliz com isso. Todo dia “Fulana me convida para curtir sua nova página” no face, e muitas vezes é uma nova lojinha com roupas artesanais super legais e com preços bacanas. Muitas delas reiventam a forma de confeccionar, como é o caso da Gabriela Mazepa – já falamos dela aqui no blog!

tumblr_mga24dtP7d1s1updwo1_500_large.png

Também existem os brechós, com roupas maneiríssimas e com muito mais qualidade do que as de fast-fashion – que sabemos que estragam na primeira lavagem. Eu já comprei algumas peças em brechós e elas já vem com uma história linda, com a energia de outra pessoa, com a lembrança daquela ocasião em que ela foi usada, tipo um show de uma banda que nunca mais vai fazer show porque todos os integrantes já morreram, ou aquele primeiro date especial com o cara que ela ficou casada por 30 anos. Ou seja, uma roupa que carrega muito mais experiências que você. E realmente essas peças antigas têm mais qualidade do que muitas peças de hoje, pois a forma de produção há algumas décadas era diferente. Vale lembrar que tem muito brechó online e grupos de troca de roupas no Fêici!

E por fim, OK, a gente vai continuar comprando na Zara, na Forever 21, e nessas outras lojas de departamento. É impossível ignorá-las quando você precisa de uma peça específica, prática e barata e não sou eu que vou falar pra você mudar os seus costumes do dia pra noite. Mas acredito que podemos diminuir muito a cota, apelando para essas outras alternativas. Antigamente, eu detonava todo o meu salário em roupas descartáveis – e sei que você também faz isso. Mas hoje busco outras saídas antes de me desesperar entre as araras e tento comprar o mínimo possível de fast-fashion. Acredito que se todo mundo se conscientizar, se acostumar a comprar cada vez menos, pensar antes da compra e buscar outras soluções, um dia vamos ver essas grandes empresas cuzonas falirem. <3

Se você tiver uma marca de roupas, manda um inbox lá na page, e num futuro próximo vamos falar dela por aqui!

perfil01


Gostou? Que tal dar um like lá na fanpage pra dar uma forcinha? (:

Anúncios

2 comentários em “Como comprar roupas legais 100 comprar na Zara e na Forever 21 #ConsumoConsciente”

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s