Como parecer 100% descolada na internet sendo 0% descolada na vida real

girlt.jpg

Conheci uma menina, que assim como eu é dessas que acorda, toma um café preto e pensa que “até sexta eu tenho que ficar rica e encontrar o amor da minha vida pra já marcar de ter filhos até o fim do mês, porque essa pelinha aqui no meu queixo já está mais flácida do que na última semana.”

Ps.: Também faz parte desse processo concluir que na próxima segunda-feira tudo vai se encaixar melhor e jogar a culpa nos astros, que estão sempre atrapalhando.

Mas nas redes sociais essa moça não parecia tão paranóica, ansiosa e ridículamente normal quanto eu. No instagram ela era tão cool. No facebook tão tranquila. No snapchat tão divertida. Ela era a típica pessoa descolada e blasé que não deixa esse mundo podre intervir em seus devaneios. Que vive pra se divertir. Uma criatura que nos intriga.

Após uma profunda pesquisa de campo, descobri pequenos elementos que trazem essa aura descolada às redes sociais de uma pessoa, fazendo com que a vida dela pareça ótima, quando na realidade continua sendo tão sem graça como a de todos nós. São eles:

Foto de gatos + algum livro aberto: essa combinação é incrivelmente cool. Se ainda for sexta-feira e você estiver pra maldade, adicione uma taça de vinho em algum canto da foto e ganhe mais pontos ainda para o seu nível de descolamento. Se for uma terça ou quarta-feira então, é só salientar sobre esse dia da semana na legenda e triplicar a pontuação.

Não vou abrir um tópico sobre fotos poéticas dentro de supermercados, mas fica subentendido.

Festas caseiras com cliques profissionalmente espontâneos: geralmente com algum copo na mão, numa posição meio-torta-quase-caindo e olhando pra baixo, com pouco ou muito cabelo jogado na cara e óculos escuros ainda que seja 22h da noite. Abraçar as migas e sorrir? JAMÉ!

outfit-soft-grunge-summer-fashion-sunglasses-Favim.com-2555831.jpg

Yoga no parque: não sei você, mas eu tenho reparado que as pessoas que mais postam fotos sustentando o corpo inteiro em cima do dedo mindinho num lindo gramado ao pôr-do-sol são as primeiras a dar piti no restaurante quando a comida vem errada. Não julgo! Até porque a foto da comida errada também estará nas redes com a legenda “almocinho delícia com os queridos” + a marcação de duas ou três pessoas muito famosas, que não estão presentes e não vão reparar que a foto foi postada.

Inaugurações, festas fechadas, exposições ft. lançamentos: trate de descobrir onde será a próxima loja da gringa que virá pro Brasil, ou o próximo autor que ninguém conhece e que vai lançar um livro que ninguém vai ler, e VÁ até o local mesmo sem ser convidada. Poste uma foto na entrada (torta e olhando pra baixo, claro) e vá pra casa – a rua é de todos.

De novo sobre sorrir: evite. Cara de cansada, que está fazendo um favor pra sociedade ao se deixar fotografar: continue assim.

Coisas muito velhas: sempre inclua nas suas fotos vinis, câmeras dos anos 40, roupas compradas em brechós ou os seus sogros. Se eles forem corcundinhas melhor ainda, isso vai te inspirar a envergar um pouquinho também, o que vai qualificar muito a sua imagem, porque postura reta realmente não combina com gente que sabe o que quer e não se incomoda com a opinião alheia.

Por enquanto é isso. Se você chegar nesse nível de indiferença com a vida, continuamos essa conversa. Ou nem precisaremos continuar, né?

perfil01


Gostou? Que tal dar um like lá na fanpage pra dar uma forcinha? (:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s