Mensagem para a minha EU de 10 anos atrás (ou o que eu aprendi com a vida nesses últimos 10 anos)

2.jpg

Oi Ju, tudo bem? Você acabou de fazer 15 anos e está no auge da sua adolescência, aquela fase difícil em que você não sabe direito quem é e pra onde vai. SPOILER: daqui a 10 anos você ainda não saberá. Mas já terá uma ideia.

Por isso hoje tô aqui pra te dar uns conselhos. Espero que sua rebeldia de mamão com açúcar tenha paciência pra me ouvir.

A primeira coisa: não se jogue na cama ouvindo “Everytime” da Britney Spears quando você e seu primeiro namoradinho terminarem a relação de 5 meses no shopping. Depois de 10 anos, sempre que tocar essa maldita música você vai se lembrar desse momento.

A parte boa é que apesar de lembrar da música e das lágrimas, você não vai mais lembrar do menino. Você vai ver um cara estranho na academia numa terça-feira e pensar: “Nossa, esse cara parece alguém que conheço. Lembrei! Será que…? HAHA acho que não!” – E vai sorrir achando tudo engraçado.

Também não sofra muito pelos outros caras que virão em seguida. Sim, ainda vão vir muitos – por mais absurdo que isso possa parecer pra você agora. Alguns vão te ensinar muitas coisas boas, outros vão ser uns babacas e te ensinar ainda mais. Apenas lembre-se: sempre que um relacionamento acabar vai dar aquele embrulho no estômago, mas vai ser a brecha para que um melhor aconteça depois. Com o tempo você pega o jeito: as relações vão começar e acabar, e você nem vai mais ter muito tempo pra ficar sofrendo.

Sim, as coisas vão ser mais corridas. A sociedade vai exigir mais de você, mas isso não quer dizer que você tenha que seguir um fluxo. Jamais fique muito tempo fazendo algo que você não gosta para um objetivo que você não acredita. Não tente seguir os padrões que aparecerão na sua frente: faça o que você acha que tem que fazer.

Também não tenha preconceitos. Com pessoas, com lugares, com músicas, com filmes. As ideias mais legais vão vir das fontes mais inesperadas.

Vez ou outra você estará dentro de um grupo de pessoas e não se sentirá fazendo parte dele. Não perca seu tempo com isso e o mais importante: não se sinta culpada por não perder seu tempo com isso. Você não precisa agradar a todos, e nem se explicar pra alguém. Você nunca vai precisar se esforçar pra ter pessoas que te entendam ao seu lado, pois elas naturalmente aparecerão.

e22a6acd15d93854e89e49d88bbea8d0.jpg

Comece a beber cerveja depois dos 20. É um caminho sem volta.

Não deixe de colecionar figurinhas, de assistir desenhos animados, de pintar o seu cabelo de colorido ou fazer qualquer coisa tecnicamente “infantil” que possa te dar prazer. Essas coisas vão te trazer mais criatividade e esse vai ser o seu combustível de trabalho.

Não se leve tão a sério: errou, errou, a vida segue. Muitas vezes você vai achar que errou, mas na verdade não era nada demais. Muitas vezes vai ser até um acerto.

As suas amigas que você considera parte de você agora – e que você acha que morreria sem elas – daqui a 10 anos terão suas vidas, seus trabalhos e estarão um pouco mais ocupadas. Vocês vão tentar marcar muitos cafés, mas sempre uma delas vai desmarcar em cima da hora e as outras vão se sentir aliviadas pois também tinham coisas mais importantes pra fazer. Não fique chateada, faz parte. Um dia você vai receber o convite de casamento de uma delas e vocês se reencontrarão de novo como se nunca tivessem se separado. E depois ficarão mais alguns anos sem se ver.

Não se prenda a uma estrutura. Mantenha a sua essência sempre mas não tenha medo de mudanças, elas vão trazer novas perspectivas quando tudo parecer meio fora do lugar.

Não se iluda com pessoas muito sorridentes e desconfie das que falam muito de si mesmas.

Olhe mais nos olhos. Se conecte fora do Orkut, do MSN e do ICQ – risos!

E querida: se aceite como você é. Na adolescência as pessoas querem ser todas iguais e você vai encanar com tudo o que você tiver de “diferente” – seja a sua timidez ou o seu nariz “desproporcional”.

Mas daqui a 10 anos tudo o que você tiver de diferente vai ser um orgulho pra você, e você vai se sentir especial por isso. Mas também vai aprender que não é tão especial assim, é apenas uma gota no oceano e parte de uma grande obra chamada sociedade. Você vai aprender a deixar o papel de centro do universo pro próprio centro do universo, e isso vai te trazer um grande alívio. 

No mais: aproveite cada minuto da sua vida, mas não perca nenhum minuto se lamentando quando não conseguir aproveitar.

Nesse mundo cada um é cada um.

E seus próximos 10 anos serão lindos!

Beijos,

Ju!

perfil01


Gostou? Que tal dar um like lá na fanpage pra dar uma forcinha?! (:

Anúncios

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s