Pequeno manual para se vestir melhor sem comprar NADINHA

tumblr_m6kv6fPcQg1qaynpio1_1280-20140628-17060436

Oi. Meu nome é Juliana, eu tenho 24 anos e minha vida é cheia de contradições. Uma delas é o fato de o meu guarda roupas ser abarrotado com 2.547 peças e eu viver com os mesmos 3 looks sem graça de SEMPRE. Juro: não é culpa minha. Começo a me arrumar 2h antes de sair pra poder provar tudo o que for possível e escolher um #lookdodia que seja minimamente interessante, mas a frase “NÃO TENHO ROUPAAA!” ecoa pela minha existência e já tá calejada aos ouvidos da minha mãe que dá gargalhadas homéricas quando vê o meu desespero diante de uma quantidade de tecidos que poderia vestir Santo Amaro inteira. E com a crise, não tá fácil ficar passando na Farm toda hora, né minha gente.

Então resolvi para de sofrer, separar um dia da minha vida e DISSECAR meu armário. Abrir aquelas portas, mergulhar naquela história, entender os personagens, estudar profundamente aquele universo numa última tentativa de ser íntima de quem mora alí. Foi uma experiência antropológica maravilhosa e com o processo concluído, montei esse manualzinho pra ajudar você também, miga.

Você vai precisar de:

  • 01 dia deboinha, sem job pra entregar.
  • 01 armadura medieval. Mentira, mas uma regatinha básica e um shorts simples.
  • 03 sacolas grandes.
  • 01 Smartphone.
  • 01 garrafa pet de Redbull (o processo pode ser cansativo).
  • Tesoura sem ponta e a presença de um adulto.

Instruções:

  • Vista a regata básica e o shorts. Sua roupa de guerra.
  • Beba a garrafa de Redbull. Vai por mim.
  • Abra o seu armário e pegue as peças aleatoriamente, separando-as em duas montanhas de: USO SEMPRE / USO NUNCA. As que você usa sempre a gente vai esquecer por um momentinho e as que você nunca usa são as problemáticas e merecedoras de atenção.

tumblr_static_amazing-closet-clothes-cute-dresses-favim.com-122616_large

  • Prove todas essas peças que você nunca usa – com a regata neutra e o shorts fica mais fácil de analisá-las e entender onde estão os erros – e separe-as em mais 3 subcategorias: DOAÇÃO / LIMBO / COSTURA (use as 03 sacolas grandes pra organizar).
  • As peças que não tem mais nada a ver com você e seu estilo, vão pra sacola de doação (ou venda, se preferir). Só que, se você for apegadinha como eu sou, sempre vai ter umas peças que você AMAAA <3 não quer doar nem vender, mas mesmo assim não consegue usar – essas vão pra sacola do limbo. E por último, peças que você gosta mas não usa porque estão um pouco largas, tem um botão faltando ou que não foram passadas por preguiça – vão pra sacola de costura.
  • Sacolas prontas. Veja se você consegue resolver sozinha os problemas das peças na sacola de costura, se não conseguir, já pega o telefone/endereço/snapchat da costureira mais próxima e grude essa informação na sacola com um postit DESSA COR, pra você nunca esquecer de levar. Aliás, já deixe essa sacola junto com a de doação perto da porta de casa. Se você optar por vender as roupas da sacola de doação, saiba que existem sites e grupos no Facebook que facilitam o processo e você também pode criar uma página no Instagram pra divulgar as peças.
  • Sobre a sacola do limbo: pegue cada uma das peças e pesquise referências sobre ela na internet. Ex.: eu tenho alguns coletes bacanas que nunca consegui usar por falta de ideias do que combinar, então pesquisei looks com coletes em blogs de moda e isso me ajudou bastante. Nesse momento você também pode acionar as peças que usa sempre e tentar fazer algumas composições junto com essas peças mais problemáticas.

c1baabd13a77c25ba339f435c886ba5a

  • Prove tudo, misture, invente. Convide seus acessórios e sapatos pra participarem dessa etapa – eles podem levantar o look e trazer algumas ideias também. O mais importante: NÃO TENHA MEDO de parecer ridícula, finja que você é uma fashionista mega experiente, elaborando um desfile hiper conceitual. Fazendo essas maluquices, descobri inúmeras possibilidades dentro do meu armário. Às vezes uma sainha girly cheia de camadas pode ficar linda com uma camiseta surrada de banda de metal e você nunca tinha imaginado um acontecimento desses.
  • Tire fotos dos looks que você mais gostar, e guarde numa pasta chamada Lookbook no celular ou computador. Ela será de extrema utilidade naqueles dias em que você estiver se arrumando com pressa e sem a menor inspiração.
  • E por último mas não menos importante: guarde as roupas dobradas, enroladas, penduradas (whutever!) de maneira que você VEJA todas elas, todos os dias. Existem formas para organizar melhor, a que eu uso é basicamente essa: camisas, casacos, vestidos, saias e blusas delicadas – penduradas / camisetas, calças, moletons – dobrados. Mas você pode pesquisar na internet formas de organizar melhor o armário. Tudo tem que estar estrategicamente posicionado para imperar sobre a preguiça da rotina.

closet-clothes-fashion-girls-looks-Favim.com-407389

*Importante: Nem sempre peças velhas são ruins, tá? Os ‘brechós vintage’ estão aí pra comprovar essa informação. Uma camiseta dos anos 90 que você separou pra usar como pano de chão, poderia tranquilamente ser vendida em algum espacinho descolado na Augusta como “puidinha” por R$175. Então se você gosta muito de alguma peça que esteja mais velhinha – e ainda não tenha virado um trapo, vale ressaltar – busque uma forma de reinventá-la e USE SYM.

Bem, é isso. Espero ter ajudado!

Para mais informações ligue para 0800-AMO-V6. :*

perfil01


Curtiu? Entre pro nosso grupinho! <3

 

Anúncios

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s