O amor é diferente de tudo que a gente já viu

75d108574ac9087c7de7a6e11fc248f8

Sei que não fomos feitos pra dar certo, e aí lembrei que o considerado errado sempre me atraiu bastante. Nunca fui de seguir padrões e você está bastante incluso nisso. O mundo inteiro grita e eu quero dormir, de preferência no seu colo. A histeria não tem me chamado a atenção, apenas quando há a possibilidade de ganhar as estrelas ao perder o telhado. Ilumino essa escuridão com seu sorriso e aproveito pra sorrir um pouquinho também. Ah, essa tal de paz de espírito dentro de madrugadas alucinantes não é qualquer um que entende.

Vem cá, devagarzinho. Não adianta correr da chuva, lá na frente esta chovendo igual e nem todo o teto é proteção. Eu gosto de sentir a ansiedade por viver e a calmaria de dormir de conchinha com você. Eu gosto desse mundo meio do avesso e mesmo assim mais limpo do que um mundo rico que eu conheço. Eu gosto de contato, de pele, de alma e de suor. Eu tenho gostado bastante de você e não estou preocupada em deixar de gostar antes que dê errado. Posso cair lá do topo desse meu sonho maluco de menina mimada, mas já avisei pra essa gente toda que foi a própria mesquinhice deles que me ensinou a voar e penhascos são bem vindos.

Docemente ácido, tristemente alegre, cautelosamente perigoso. Ah, me leva pro cais! Me leva pra ver o sol nascer, e a gente faz que nem o Cazuza que ia dormir quando o mundo acordava. A gente faz o que a gente sabe fazer: contempla o silêncio depois de uma longa conversa, se olha e se beija. São dessas levezas que a gente precisa na vida, mesmo a vida sendo essa loucura toda, esse caos todo. São dessas liberdades de espírito, dessas liberdades da mente, dessa falta de desejo em se conter que a gente precisa pra viver melhor. Me chama de pequena e depois diz que eu sou grande demais, fala que a gente sempre vai parecer a bêbada e o equilibrista. Ao contrário do que você pensa, eu não to nem aí.

tumblr_mzse01ivsD1rqgjjao1_250

E foi nesses contrastes entre te encontrar pra me perder e descobrir que esse lado do avesso é que era meu lado certo que eu aprendi, que eu tolerei, que eu me dei de presente o direito de ser feliz, leve, livre e do bem. Foi só quando senti o amor nessa forma tão calma e louca que eu parei de me enganar com outras coisas que antes eu achava que era amor. Amor é diferente de tudo que a gente já viu. Amor tem cor, tem cheiro, tem imaginação, tem gosto, tem sexo como carinho sem ver nada de pervertido nisso. Todo mundo deveria abrir as cortinas da alma pra brilhar no sol e se permitir encantar pelo outro sem receios, só entrega. Não sei se os opostos se atraem ou se nem somos tão opostos assim. Vou descobrindo do único jeito que a gente sabe viver esse romance às avessas: um dia de cada vez.

rossely_rodrigues
Baladeira, caseira, namoradeira e solteira. Adoradora de pubs, botecos, casas de amigos ou qualquer lugar que tenha cervejas e risos à vontade. Estudante de Letras da FURG, 24 aninhos de muitas histórias pra contar e outras que é melhor deixar pra lá. Escrevo pra registrar o que sou todos os dias: eu mesma.

Gostou and quer mais? Vem curtir a fanpage e receber todos os posts no seu feed! :*

Anúncios

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s