Porque você não deve tentar ser uma “Cool Girl”

beach-beautiful-car-cool-girl-Favim.com-310141

Algumas coisas que aprendemos no decorrer de nossas vidas não são tão bacanas assim. Uma teoria bastante sem importância que desde sempre livros, revistas, tv e filmes nos ensinam é sobre tipos de mulheres que os homens admiram. Essa classificação sempre entrou meio torta nos meus ouvidos, por motivos de: a gente tem mesmo que agradar os homens?

Eu nunca soube explicar mas sempre soube identificar quando alguma garota tentava fazer a garota legal na frente dos caras. Até que encontrei no blog Lugar de Mulher, esse texto – muito bom inclusive – que fala um pouco de perfis que homens e a sociedade esperam que a gente represente, e SIM, lá estava a descrição desse perfil que eu sempre identifiquei em algumas mulheres e nunca soube nomear. Ele existe e se chama a “Cool Girl”.


“Ser uma cool girl significa ser uma mulher gostosa, brilhante e divertida que adora futebol, poker, piadas sujas e arrotar, que joga video-games, bebe cerveja barata, ama sexo anal e sexo a três e enfia cachorros quentes e hambúrgueres na boca como se tivesse realizando o maior gang bang culinário do mundo, mas isso tudo sempre mantendo um manequim 36, porque cool girls são, acima de tudo, gostosas. Cool Girls nunca ficam brabas, elas só sorriem de maneira amável, e deixam seus homens fazerem o que eles quiserem. (…) E os homens realmente acreditam que essas garotas existem. Talvez eles sejam levados a acreditar nisso porque muitas mulheres estão dispostas a simular ser essa garota. (…) Pode ser uma versão levemente diferente – talvez ele seja vegetariano, então a cool girl vai amar seitan e ser incrível com cães; ou talvez ele seja um artista hipster, então a cool girl vai ser uma nerd tatuada que usa óculos e adora HQ. (…) As cool girls são ainda mais patéticas, elas sequer estão simulando ser a mulher que elas querem ser, elas tão simulando ser a mulher que os homens querem que elas sejam.

Trecho tirado do livro Gone Girl – Gillian Flynn


Depois que eu li isso quase caiu uma lágrima de emoção. Eu nunca entendi porque algumas garotas se sujeitam a fazer isso com elas mesmas a troco da aprovação de um cara. Sim, somos metralhadas por esse tipo de chorume, de que “não basta ser uma garota, você tem que ser o tipo de garota legal“. Bullshiiiiiiit!

Não existem tipos de garotas. Se ficarmos rotulando as moças, separando o que as “melhores” ou “piores” fazem, estaremos girando em círculos diante de um machismo disfarçado de bom senso. As mulheres vão continuar enganando a si mesmas e aos homens, e esses sempre vão procurar o perfil das cool girls para namorar e na primeira crise de insegurança que essa mulher tiver – sim, porque todas nós temos – o cara vai se questionar e tentar entender porque aquela garota não é bem a cool girl que ele sempre sonhou – voltando assim, para a Terra dos relacionamentos descartáveis. Ninguém sai ganhando.

Então miguinhas, não dá pra querer ser uma garota cemporcenta cool girl, passando por cima de toda a sua personalidade. Caras, não esperem que sejamos assim, porque nós simplismente não somos perfeitas. Ninguém é. Esse modelo pertence a mídia, assim como vários outros personagens que amamos, mas que são completamente desprovidos da complexidade humana. Quer um spoiler? Nada disso funciona na vida real.

tumblr_mk3a0yNHsX1s5jjtzo1_500perfil01

*Gostou? Curta a fanpage para receber novos posts no seu feed!

Anúncios

4 comentários em “Porque você não deve tentar ser uma “Cool Girl””

  1. Eu nunca conheci um homem que estivesse interessado em mim que se esforçasse para ser fã da Beyoncé ou gostar de Gossip Girl. Fazem questão de acompanhar as mulheres com muita má vontade num programa, enquanto nos programas masculinos sempre fingimos gostar. Mas claro, tem que ser feminina. Tem que ter cabelão, ser branca e ter 60cm de cintura e 100 de quadril. Claro que gosto pessoal é cultural. Não gosto de futebol pq não me ensinaram a gostar. Se eu fosse homem meu pai flamenguista me levaria toda semana ao maracanã. Se eu fosse homem minha mãe não teria me apresentado seus discos da Madonna e da Cindy Lauper. No fim acho que a “cool girl” é a representação do que muitas mulheres sentem em grande parte dos homens: só há admiração sexual, mas a mulher como humano complexo é ignorada e obrigada, por carencia, a assumir trejeitos sociais que não foi ensinada para tentar agradá-los como compania, não só na cama.

    Curtir

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s