Por que ter ódio da geração fitness

tumblr_ml0sn86cM21s39aw1o1_500_large

Passou o Natal, passou o ano novo e aquela lista de objetivos para 2013, que virou a mesma de 2014, que virou a mesma de 2015 continua ali: “Esse ano vou ser mais saudável. Vou freqüentar a academia. Vou perder peso. E vou pegar o meu nutricionista gato.

Mas logo já vem o Carnaval e a gente lembra da folia e ah… deixa passar o Carnaval. E depois vem a Páscoa e foda-se, foda-se, foda-se (repetir mais 3x). Depois da Páscoa é aquela fase em que vamos finalmente nos ˜aventurar˜ no mundo dos saudáveis (ler isso com voz de locutor de trailer filme da sessão da tarde). A gente começa a limpar a geladeira, ver preço de planos na academia, entrar numa terapia pesada pra conseguir viver sem chocolate e também acompanhar os famosos BLOGS FITNESS.

Sinopse: Fulana pesava 145kg e sofria com os problemas de alguém que tem 145kg. Então ela resolveu mudar de vida por questões de saúde. Não é dieta, veja bem. É reeducação alimentar. Apenas com a mudança de hábitos alimentares e muita dedicação na academia, afinal NO PAIN NO GAIN, ela secou 80kg em um ano. E agora, depois dessa jornada, ela vai compartilhar – olha só! – tudo isso com a gente no seu blog e nas redes sociais.

Resumo da ópera: A pessoa bota lá uma foto toda suada no espelho da academia. Ou um vídeo dela se fudendo muito naquelas cadeiras elétricas, nos aparelhos de musculação.

Os textos e legendas das fotos são um tanto quanto emocionantes. Falam muito sobre força, determinação. Sem dor não há ganhos. Grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Ops, acho que tô confundindo com os personagens da Marvel. É que é tudo muito igual, todo mundo parece estar salvando a pátria. Joga um Capitão América com uma atitude meio “rei do camarote” bebendo um shake numa novela do Manuel Carlos e temos um panorama do que é seguir um Blog Fitness. São pessoas que parecem definitivamente pertencer a outro patamar de seres humanos, muito acima de nós – apenas mortais – mas que insistem em dizer que são gente como a gente.

Pausa para as hashtags mais famosas: #força #treino #dedicação #nopainogain #dieta #shapeofday #bodybuilding #fitness #foco #ficagrandeporra #crescemonstro #morrediabo

E a alimentação? Você quase sempre vai ver: frango desfiado, 8 claras de ovo cozido, 70% do prato composto de batata doce, folhas e uns grãos mágicos que só tem pra vender no Beco Diagonal. Os pratos são tão apetitosos quanto os produtos da Leroy Merlin, e você pensa se aquilo realmente vai funcionar na sua vyda.

Mas vamo nessa! Só de seguir esses blogs a gente já sente um frescor no rosto, uma vivacidade, a pele fica melhor. Não tem porquê dizer não pra um mundo tão cheio de descobertas incríveis como por exemplo uma macarronada com massa de abobrinha ou bolo de chocolate com massa de Whey Protein. Aliás, se acostume com o tal Whey, você vai acabar jogando um pouco dele até na sua virilha pra dar uma textura.

Mas aviso: a raiva e a frustração uma hora vão acontecer. Quando você perceber que não tem linhaça em casa. Que o mamão apodreceu e só tem Trakinas. Que você chegou cansada e em 3 minutos aquele miojão já estaria no prato. Que a academia, aquele lugar cheio de pessoas bonitas e felizes é na verdade um débito de 3 dígitos na sua conta mensalmente sendo que você não consegue ficar mais do que 45min naquele lugar por conta de seus outros afazeres e da música muito mas MUITO ruim que toca lá.

Enfim, apesar de toda a brincadeira tragicômica, admiro esses blogs e acho que vale o incentivo sim. O sucesso é gigante, são milhões e milhões de seguidores todos os dias. E um deles sou eu! Mentindo pra mim mesma – achando que seguindo e olhando as fotos terei um pouco de saúde na minha vida – enquanto na verdade estou devorando uma barra de Nestlezão ao leite e é isso aí.

perfil01

Anúncios

3 comentários em “Por que ter ódio da geração fitness”

  1. Juuu adorei o texto hahaha… Vou te dizer que essa vida de frango e batata doce da certo sim, mas como vc mesma falou, somos seres humanos, logo imperfeitos e eu quando fiz a dieta desses marombas adorei o resultado, mas como eu sou apaixonada por cozinha, amo cozinhar e comer coisas diferentes, vi que essa vida não é muito pra mim.. Hahahaha… Mas de fato vai daquilo que a pessoa quer, se ela quer ter um corpo “perfeito”, todo trabalhado na massa magra, então ela vai viver de dieta, se ela quer viver dos prazeres da gastronomia, ela pode ter um corpo bom, porém não vai ser fitness hahaha… Eu quero é ser feliz, então eu como, mas vou para academia para não ser sedentaria, pq no que depender da vida que eu escolhi, passo mais da metade do dia sentada e por questões de saúde sei que tenho que me movimentar um pouquinho. Mas parabéns pela página, achei legal.
    Beijo

    Curtido por 1 pessoa

Deixe sua opinião aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s